Campeonato de Trial 4x4 2018

Valongo brilha na estreia do CPT4x4 2018 

No ano em que o trial português passa para a tutela da FPAK Valongo abriu caminho para uma excelente época desportiva. A estreia do Campeonato de Portugal de Trial 4x4 contou com  26 equipas em pista, divididas por 5 categorias. 

 Com uma pista renovada em relação ao ano anterior e a chuva que antecedeu o dia da prova, a pista revelou-se muito dura e os obstáculos difíceis de transpor. Rui Querido (Euro4x4parts/Veicomer), campeão em título, foi o grande vencedor desta etapa inaugural. Acompanhado por Ivo Mendes passou para a frente da corrida logo na primeira volta e assim se manteve até à bandeirada xadrez. Durante as três horas de resistência completou 12 voltas à pista, começando assim a nova época na liderança da Absoluto e da Classe Proto e aumentando ainda mais o favoritismo na corrida pelo título.  

O campeão da Super Proto, Cláudio Ferreira (Auto Higino), também foi feliz em Valongo. Ficou em segundo da geral e venceu a luta com Pedro Costa (PBCabral seguros) na vitória pela Super Proto. 

Na classe Extreme a luta foi muito renhida entre António Silva (Canelas Pneus) e António Calçada (Nordhigiene Team) que rodaram sempre perto um do outro. Levou a melhor António Silva ao dar mais uma volta ao circuito nortenho.

A grelha de partida da promoção estava recheada de novas equipas, que se aventuram em 2018 no  Campeonato de Portugal Promoção Trial 4x4. André Henriques (Tufão Team), um dos pilotos mais experientes da classe uniu-se ao navegador campeão de 2017, Rodrigo Sousa, e entrou com o pé direito na época 2018. Completou as mesmas 4 voltas de Carlos Teixeira (RC automoveis & tasco do stand) mas gastou menos 26 minutos e 16 segundos.

Na classe UTV/Buggy Marco Melo (M. Transportes) foi o grande vencedor. Foi a primeira vitória do piloto flaviense depois de um ano de 2017 recheado de vitórias nos prólogos, mas muito azar na prova de resistência. Em 2018 começa o CPT4x4 com uma vitória expressiva, com 4 voltas de vantagem.

A segunda prova é numa terra mítica do todo-o-terreno, mas que se estreia no trial 4x4. Reguengos de Monsaraz recebe o Campeonato de Portugal de Trial 4x4 2018.

Classe Absoluto

1.º Rui Querido – Toyota BJ 40 – 12 voltas
2.º Cláudio Ferreira – Crawler Mercedes – 11 voltas
3.º Pedro Costa – Crawler 15BFT - 10 voltas

Classe Extreme

1.º António Silva – Toyota Hilux – 9 voltas
2.º António Calçada – Suzuki Samurai R – 8 voltas
3.º Pedro Alves – Land Rover Defender – 6 voltas

Classe Proto

1.º Rui Querido – Toyota BJ 40 – 12 voltas
2.º Luís Bacelo – Nissan Patrol – 10 voltas
3.º Miguel Marques – Toyota IJ70 - 8 voltas

Classe Super Proto

1.º Cláudio Ferreira – Proto Mercedes – 11 voltas
2.º Pedro Costa – Crawler 15BFT - 10 voltas
3.º Adriano Santos – Crawler Bj40 – 6 voltas

Classe Promoção

1.º André Henriques – Land Rover Defender td5 – 4 voltas
2.º Carlos Teixeira – Suzuki Samurai – 4 voltas
3.º Bruno Bastos – Nissan Patrol GR Y60 – 3 voltas 

Classe UTV/buggy

1.º Marco Melo – RZR Polaris xp - 6 voltas 
2.º Paulo Mendes – Polaris RZR 1000 – 2 voltas

 

Fonte:   CPT4x4   Fotos: GoAgency

 

Campeonato de Portugal de Trial 4x4 2018

Valongo brilha na estreia do CPT4x4 2018

           

            No ano em que o trial português passa para a tutela da FPAK Valongo abriu caminho para uma excelente época desportiva. A estreia do Campeonato de Portugal de Trial 4x4 contou com  26 equipas em pista, divididas por 5 categorias.

            Com uma pista renovada em relação ao ano anterior e a chuva que antecedeu o dia da prova, a pista revelou-se muito dura e os obstáculos difíceis de transpor. Rui Querido (Euro4x4parts/Veicomer), campeão em título, foi o grande vencedor desta etapa inaugural. Acompanhado por Ivo Mendes passou para a frente da corrida logo na primeira volta e assim se manteve até à bandeirada xadrez. Durante as três horas de resistência completou 12 voltas à pista, começando assim a nova época na liderança da Absoluto e da Classe Proto e aumentando ainda mais o favoritismo na corrida pelo título.  

            O campeão da Super Proto, Cláudio Ferreira (Auto Higino), também foi feliz em Valongo. Ficou em segundo da geral e venceu a luta com Pedro Costa (PBCabral seguros) na vitória pela Super Proto. 

            Na classe Extreme a luta foi muito renhida entre António Silva (Canelas Pneus) e António Calçada (Nordhigiene Team) que rodaram sempre perto um do outro. Levou a melhor António Silva ao dar mais uma volta ao circuito nortenho.

            A grelha de partida da promoção estava recheada de novas equipas, que se aventuram em 2018 no  Campeonato de Portugal Promoção Trial 4x4. André Henriques (Tufão Team), um dos pilotos mais experientes da classe uniu-se ao navegador campeão de 2017, Rodrigo Sousa, e entrou com o pé direito na época 2018. Completou as mesmas 4 voltas de Carlos Teixeira (RC automoveis & tasco do stand) mas gastou menos 26 minutos e 16 segundos.

            Na classe UTV/Buggy Marco Melo (M. Transportes) foi o grande vencedor. Foi a primeira vitória do piloto flaviense depois de um ano de 2017 recheado de vitórias nos prólogos, mas muito azar na prova de resistência. Em 2018 começa o CPT4x4 com uma vitória expressiva, com 4 voltas de vantagem.

            A segunda prova é numa terra mítica do todo-o-terreno, mas que se estreia no trial 4x4. Reguengos de Monsaraz recebe o Campeonato de Portugal de Trial 4x4 2018.

Classe Absoluto

1.º Rui Querido – Toyota BJ 40 – 12 voltas

2.º Cláudio Ferreira – Crawler Mercedes – 11 voltas

3.º Pedro Costa – Crawler 15BFT - 10 voltas

 

Classe Extreme

1.º António Silva – Toyota Hilux – 9 voltas

2.º António Calçada – Suzuki Samurai R – 8 voltas

3.º Pedro Alves – Land Rover Defender – 6 voltas

 

Classe Proto

1.º Rui Querido – Toyota BJ 40 – 12 voltas

2.º Luís Bacelo – Nissan Patrol – 10 voltas

3.º Miguel Marques – Toyota IJ70 - 8 voltas

 

Classe Super Proto

1.º Cláudio Ferreira – Proto Mercedes – 11 voltas

2.º Pedro Costa – Crawler 15BFT - 10 voltas

3.º Adriano Santos – Crawler Bj40 – 6 voltas

 

Classe Promoção

1.º André Henriques – Land Rover Defender td5 – 4 voltas

2.º Carlos Teixeira – Suzuki Samurai – 4 voltas

3.º Bruno Bastos – Nissan Patrol GR Y60 – 3 voltas

 

Classe UTV/buggy

1.º Marco Melo – RZR Polaris xp - 6 voltas

2.º Paulo Mendes – Polaris RZR 1000 – 2 voltas

 

 

Partilhe este artigo

O TTVerdePT é um portal pessoal, independente e sem fins lucrativos, on-line desde o ano 2000. Decidimos ser o "tempo certo" para a "reconversão" do TTVerdePT. Assumimos agora, como "missão principal", a disponibilização do nosso vasto "Repositório de Memória" do que acompanhamos ao longo destes últimos 17 anos. Continuaremos a ser um "eco" participativo - agora mais focados no Facebook e eventualmente menos activos aqui - nos temas que nos interessam e motivam. Rejeitamos a responsabilidade pelas informações e material gráfico disponibilizados por terceiros. Este site não se subordina aos novos acordos ortográficos, aos quais é indiferente, publicando os textos conforme as preferências dos seus autores. (Y2K17 - Y2K18 - A. O.)


NOVAS Condições de Divulgação AQUI!

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies, que usamos apenas para fins estatísticos, de forma a podermos melhorar a nossa experiência e a sua utilização.