Campeonato de Portugal de Trial 4x4 2018

Rui Rocha acelera na classificação Foram praticamente 3 horas na liderança da prova.

Rui Rocha (Team rj69) passou para a frente da corrida pouco depois do arranque e não voltou a dar grande espaço à concorrência. É já a segunda vitória em termos absolutos esta época, depois do ouro em Reguengos de Monsaraz. Cumpridas quatro provas Luís Bacelo (Oficina Bacelo) continua na liderança da Absoluto, mas permitiu a aproximação de Rui Rocha. Apenas 5 pontos separam primeiro e segundo classificados.

Nova cambalhota na classificação da Extreme
Em Extreme Pedro Alves (MonsTTer/Cistus) nem começou o dia muito bem, ao sofrer com problemas nos travões do Land Rover durante a manhã, mas na resistência arrancou de “faca nos dentes” e voltou a subir ao lugar mais alto do pódio. Com os 25 pontos conquistados nesta quarta etapa há nova troca na liderança da classe e Pedro Alves regressa para a frente da classificação.
Na verdade quem completou mais voltas nesta categoria até foi António Calçada (NordHigiene Team), mas uma penalização valeu ao piloto brigantino a queda para a segunda posição da classe Extreme
O pódio fica completo com João Vicente (Santerchips/Amturbocharger/Jot4x). O vice-campeão da promoção em 2017 veio matar saudades do trial 4x4 e não se saiu nada mal. Completou 23 voltas à pista e terminou na 3.ª posição.

Bacelo segura liderança
Como já vimos, Rui Rocha venceu em termos gerais e por isso foi também o vencedor da classe Proto. O ouro da resistência e o ponto extra do prólogo aproximam Rui Rocha da frente. Está a 6 pontos de Bacelo que continua na liderança.
Em segundo ficou precisamente Luís Bacelo. Mas na verdade a prata até soube a ouro ao líder desta categoria. A lista de incidentes inclui o turbo, o bloqueio e uma corda. Com uma prova tão condicionada a equipa de Arouca só pode celebrar esta segunda posição.
Espite trouxe o primeiro pódio da época para o campeão absoluto de 2016. Os problemas no carro têm atrapalhado António Henriques (Mister Reboques) que nesta etapa também não se livrou de alguns percalços. Ainda assim uma prestação suficiente para levar para Mangualde a medalha de bronze.

Cláudio Ferreira atinge os 100 pontos
A paciência e perseverança de Cláudio Ferreira (Auto Higino) continuam a dar frutos. Em Espite não começou da melhor forma, mas a vitória acabou por ser bastante expressiva depois de os adversários terem parado mais cedo devido a problemas. Ainda assim o piloto de Coruche nunca abrandou na busca pela vitória em termos absolutos que teima em não chegar. Com os 25 pontos desta etapa Cláudio Ferreira reforça a liderança da Super Proto e atinge a marca dos 100 pontos.
O filme repete-se prova após prova para Flávio Gomes (TáBô Pacar Team 4x4): vence o prólogo, parte na frente e lidera durante algumas voltas até que é o Crawler quem lhe troca as voltas. Em Espite partiu a caixa de transferências ainda não estava decorrida 1 hora de prova e não regressou à pista.
Repetição também no terceiro lugar do pódio. Nesta 4.ª etapa Marco Polónio (Malpevent Team) apenas conseguiu dar 2 voltas ao circuito depois de um pequeno incidente com o seu navegador David Silva.

André Henriques perto do título
No Campeonato Portugal Promoção Trial 4x4 assistimos a uma luta aguerrida pelos lugares do pódio e mais uma vez houve reviravolta durante as 2 horas de prova.
André Henriques (Tufão Team) já se começa a habituar a uma verdadeira luta durante a resistência. Em Espite voltou a partir em último e a terminar em primeiro. O Land Rover Defender td5 tem dado que fazer aos mecânicos após o prólogo e obriga a equipa a lutar ainda mais. Nas contas do campeonato, André Henriques está cada vez mais perto de conquistar o título de campeão, uma vez que já leva 36 pontos de vantagem.
Rui Nunes e Sandro Almeida (Veículo Longo Team) voltaram a subir ao pódio. Depois da estreia menos positiva em Valongo a equipa de Oliveira de Azeméis tem subido sempre ao pódio, apesar das limitações do Nissan.
História semelhante a de Fábio Ferreira (Irmãos Ferreira), que depois do desaire inicial em Valongo subiu sempre ao pódio. Em Espite ficou-se pela terceira posição.

Freguesia de Espite que é pequena em área, mas onde a determinação e paixão dos elementos do Espite Aventura saltam á vista. Só isso explica o sucesso crescente desta prova. Um grande evento nacional que está a pôr Espite no mapa do desporto motorizado e que traz um interessante movimento a todo o concelho de Ourém.
Agosto já começa a ser sinónimo de trial no Nordeste transmontano. A quinta prova da temporada é a 5 de agosto, em Bragança, numa organização da Associação TT Sem Limites. Será certamente uma verdadeira festa do trial... com uma pista que promete voltar a surpreender e desafiar as equipas


Fotos GoAgency  |  Fonte: CPT4X4 / FPAK

Partilhe este artigo

O TTVerdePT é um portal pessoal, independente e sem fins lucrativos, on-line desde o ano 2000. Decidimos ser o "tempo certo" para a "reconversão" do TTVerdePT. Assumimos agora, como "missão principal", a disponibilização do nosso vasto "Repositório de Memória" do que acompanhamos ao longo destes últimos 17 anos. Continuaremos a ser um "eco" participativo - agora mais focados no Facebook e eventualmente menos activos aqui - nos temas que nos interessam e motivam. Rejeitamos a responsabilidade pelas informações e material gráfico disponibilizados por terceiros. Este site não se subordina aos novos acordos ortográficos, aos quais é indiferente, publicando os textos conforme as preferências dos seus autores. (Y2K17 - Y2K18 - A. O.)


NOVAS Condições de Divulgação AQUI!

ATENÇÃO: Este site usa os cookies, apenas para podermos melhorar a sua utilização.