2016 Troféu Yamaha Ervideira

Acção e calor na Ervideira

A terceira prova do Troféu YAMAHA 2016 levou no passado Domingo cerca de duas centenas de pilotos divididos pelas quase duas dezenas que classes que integram a competição. Pelo segundo ano a Herdade da Ervideira, localizada ás portas da cidade de Reguengos de Monsaraz e com o grande lado do Alqueva a ser na actualidade um ‘postal’ da região e de todo o Alentejo, a Herdade da Ervideira acolheu pelo segundo ano consecutivo toda a caravana naquele que é o traçado mais rápido de todo o troféu com os seus seis quilómetros de extensão que anteriormente serviram para a realização de prólogo de provas dos campeonatos nacionais de TT. Poucos dias depois de ter recebido uma prova do nacional de TT a histórica cidade alentejana teve novamente as corridas por perto e sem surpresa foram também muitos os amantes da modalidade que numa tarde quente acompanharam este terceiro evento do ano.

Face a anteriores rondas deste 13º ano de Troféu YAMAHA, e aproveitando o traçado mais aberto e amplo da Herdade da Ervideira, a organização do Troféu decidiu alterar um pouco o formato das corridas e aqui realizaram-se duas corridas com 60 minutos de duração para as classes maiores nas duas e quatro rodas, formando-se assim um enorme e espectacular pelotão que discutiu as melhores posições depois na geral e nas diferentes categorias, com ambas as corridas a serem o ponto alto da tarde desde o espectacular arranque – ao estilo Le Mans com os pilotos a correrem para as suas máquinas para o arranque num formato sempre espectacular e único em qualquer corrida de motos, muito mais especial quando se trata do Troféu YAMAHA.

As classes onde competetem os pilotos mais jovens tiveram como sempre um circuito desenhado especialmente para eles, mais adequado ás motos de menor dimensão e potência, onde todos competirão lado a lado noutro dos momentos bem especiais que evento após evento o trodéu YAMAHA trás para as pistas com grelhas completamente preenchidas por miúdos de tenra idade que dão os primeiros passos na competição, sendo igualmente motivo de destaque a forte afluência de pilotos para as Fun Bike / TTR 125, uma classe bem especial que este ano tem atraído as atenções de muitos nomes históricos do Enduro e TT português, desde Bernardo Villar, desta feita ausente, até António Silva, o vencedor da classe nesta terceira corrida do ano.

Num lote de corridas de excelência foram muitos os vencedores da jornada que no final do dia, e como é tradição, fecharem este fantástico evento com a habitual cerimónia de pódio.

Classificações finais

Infantis Moto
1º Vasco Salgado com 22 voltas; 2º Maria Milheiro a 22.487s; 3º João Guerreiro a 1 volta;
4º Simão Caetano a 2 voltas; 5º Miguel Silva a 2 voltas

Iniciados Moto
1º Afonso Fonseca com 8 voltas; 2º Diogo Silva a 6.440s; 3º Francisco Fonseca a 40.783s;
4º Vasco Severino a 56.255s; 5º Filipe Salgado a 1m11.188s

YZ 85
1º Gonçalo Filipe com 7 voltas; 2º João Duarte a 0.094s; 3º João Reguinga a 32.785s;
4º Enzo Pedrosa a 33.930s; 5º Gonçalo Salgado a 34.796s

Fun Bike TTR 125
1º António Silva com 7 voltas; 2º Francisco Costa a 1.612s; 3º Martin Rodrigues a 12.492s;
4º Martim Ventura a 1 volta; 5º Tiago Nascimento a 1 volta

Clássicas Enduro
1º Tiago Machuqueiro com 7 voltas; 2º Ricardo Antunes a 6.283s; 3º Carlos Fernandes a 1m09.897s;
4º Pedro Flores a 1 volta

Clássicas Cross
1º Manuel Tomé com 7 voltas; 2º Alexandre Pires a 7.248s; 3º Paulo Fragoso a 32.796s;
4º Bruno Santos a 2m07.296s; 5º Joaquim Machado a 2m11.483s

YZ 250F
1º Luis Cação com 12 voltas; 2º Hugo Vicente a 8.852s; 3º Sérgio Silva a 55.535s;
4º Pedro Carvalho a 1m10.342s; 5WR 250Fº João Roseiro a 1m13.622s

WR 250F
1º António Falcão com 11 voltas; 2º João Marques a 1.060s; 3º João Sousa a 20.314s;
4º António Silva a 42.334s; 5º Paulo Graça a 1 volta

YZ 450F
1º Guilherme Caldeira com 12 voltas; 2º Luis Rosa a 8.185s; 3º José Pinto a 47.481s;
4º André Rolhas a 1m40.617; 5º Marco Lima a 1 volta

WR 450F
1º Eduardo Guerreiro com 11 voltas; 2º João Moreno a 2m52.815s; 3º Pedro Fonseca a 3m27.566s;
4º Jorge Afonso a 1 volta; 5º Duarte Conde a 1 volta

Veteranos Moto
1º Rui Lindo com 12 voltas; 2º Gonçalo Gomes a 1m09.455s; 3º Filipe Filipe a 1 volta;
4º Paulo Serrão a 1 volta; 5º Valter Maximini a 1 volta

Oficiais Moto
1º António Maio com 12 voltas; 2º Pedro Carvalho a 1m22.980s; 3º André Sérgio a 1m26.625s;
4º André Ruano a 2m122.479s; 5º Martim Ventura a 4m47.842s

Iniciados Moto 4
1º Tomás Paulo com 6 voltas; 2º Alexandre Bastos a 52.118s; 3º Simão Almeida a 1m06.289s;
4º Afonso Iria a 1m47.573s; 5º Leandro Marques a 2m03.294s

Fun Moto 4
1º Rafael Sousa com 6 voltas; 2º Ivo Mendes a 49.142s; 3º Ricardo Café a 57.349s;
4º Yara Caçador a 1m47.717s; 5º Carina Ferreira a 2m29.350s

Veteranos Moto 4
1º Dário Alves com 12 voltas; 2º Rui Sousa a 25.011s; 3º Sérgio Ferreira a 25.757s;
4º Rui Brás a 2m53.997s; 5º Vitor Correia a 3m28.037s

700 Moto 4
1º Nelson Raposo com 12 voltas; 2º Luis Alexandre a 1 volta;
3º Rui Pereira a 1 volta; 4º David Amaro a 1 volta

450 Moto 4
1º Daniel Bernardo com 12 voltas; 2º Fernando Cardoso a 38.147s; 3º João Santos a 52.671s;
4º Vitor Lopes a 1m31.251s; 5º Paulo Gregório a 3m26.269s

Oficiais Moto 4
1º Pedro Silva com 12 voltas; 2º Marco Correia a 1m27.715s; 3º Marco Cardoso a 1m48.882s


Fonte: Hype Communications

Modificado em 19/05/2016

Partilhe este artigo

O TTVerdePT - online desde o ano 2000 - é um "site" pessoal independente e sem fins lucrativos, dedicado à divulgação do Todo-o-Terreno e Desportos Motorizados, assume agora como objectivo principal, a disponibilização do seu vasto repositório de memórias destes últimos 20 anos. O TTVerdePT rejeita a responsabilidade por informações e material gráfico disponibilizado por terceiros.

De Y2K a Y2K20... um longo trajecto! A.O.

ATENÇÃO: Este site usa os cookies, apenas para podermos melhorar a sua utilização.